• Ricky Duraes

CRIANÇA DO NEBRASKA TERÁ MORRIDO DEVIDO A AMEBA QUE 'COME CÉREBRO'

Nos Estados Unidos aumentam as suspeitas que uma criança terá morrido devido a uma infeção rara causado por um mecanismo unicelular. Autoridades de saúde norte-americana revelaram suspeitas. Criança ficou doente após nadar num rio.


Foto:CNN Brasil

Há suspeitas de que uma criança terá morrido, nos Estados Unidos, devido a uma infecção rara causada por uma ameba (organismo unicelular) conhecida por ‘comer cérebro’ após nadar num rio, no leste do Nebraska.

Segundo revelaram as autoridades de saúde norte-americanas, numa conferência de imprensa realizada na quinta-feira, a criança começou a ficar doente cinco dias depois de nadar no rio Elkhom, a 8 de agosto.

Cerca de 48 horas após os primeiros sintomas, a criança deu entrada num hospital e morreu após 10 dias, tal como revelou o Departamento de Saúde do Condado de Douglas.

Os médicos acreditam que a criança morreu de meningoencefalite amebiana primária (MAP), uma infeção que é causa pela ameba parasita 'naegleria fowleri', que é conhecida como ‘comedora de cérebro’. A infeção ocorre em cursos de água doce infetados.

O Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) está a realizar testes para confirmar a causa da infeção. Caso o resultado seja positivo, esta será a primeira morte com esta origem no Nebraska.

Nos Estados Unidos há registo de 154 infecções primárias por meningoencefalite amebiana em quase 60 anos. Apenas quatro pessoas sobreviveram.

Os médicos recomendam que as pessoas usem tampões nasais para nadar em água quente e doce. A infeção não é contraída ao engolir água, mas sim por via nasal.

No Missouri, em julho, um homem também terá morrido após ser infectado num lago no sudoeste de Iowa.

0 comments

Recent Posts

See All