• Ricky Duraes

Exigências da Rússia "mais realistas", diz Zelensky

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse hoje que as exigências da Rússia durante as negociações estão a tornar-se "mais realistas" após quase três semanas de guerra.


O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, referiu que as exigências russas são agora mais realistas depois de três semanas de conflito.


O governante disse, num discurso à nação transmitido esta madrugada, que é necessário mais tempo para as negociações, que estão a ser realizadas por videoconferência.


"Ainda são necessários esforços, é preciso paciência", disse Zelensky. "Qualquer guerra termina com um acordo", acrescentou.


O líder ucraniano, discursou hoje no Congresso dos EUA, agradeceu ao Presidente norte-americano Joe Biden e a "todos os amigos da Ucrânia".

Biden assinou na terça-feira uma lei que atribui 13,6 mil milhões de dólares (12,4 mil milhões de euros) em ajuda à Ucrânia.

Zelensky pediu mais armas e mais sanções para punir a Rússia e repetiu o apelo para "fechar os céus sobre a Ucrânia aos mísseis e aviões russos".

O governante disse que na terça-feira as forças russas foram incapazes de avançar no território ucraniano e continuaram um forte bombardeio de várias cidades.

0 views0 comments