• Ricky Duraes

HÁ 6.500 AGRESSORES SEXUAIS DE CRIANÇAS REGISTADOS EM BASE DE DADOS

Quase 6.500 agressores constam do registo de condenados por crimes sexuais contra crianças, tendo esta base de dados registado este ano um recorde de pedidos de consulta, revelou hoje o Ministério da Justiça.


Foto: Observador

Numa notificação enviada à agência Lusa, o Ministério da Justiça português refere que constam do registo de identificação criminal de condenados por crimes contra a autodeterminação sexual e a liberdade sexual de menores, criado em março de 2015, 6.421 agressores.

Os dados mostram que 2021 foi o ano em que foram introduzidos o maior número de registos de condenados pelos crimes de ofensa sexual contra menores, ao todo 362.

Este ano, e até 05 de outubro, foram introduzidos no registo os dados de 252 pessoas condenadas por abuso sexual de crianças.

Os pedidos de consulta ao registo criminal dos condenados por crimes sexuais contra crianças têm registado um aumento anual, registando-se, até 05 de outubro, 859 pedidos, o maior número de sempre.

Entre 2020 e 2021, o número de pedidos de consulta ao registo passou de 550 para 716.

Os dados do Ministério da Justiça precisam que em mais de sete anos de existência foram pedidas 2.447 consultas ao registo de condenados por crimes sexuais contra crianças.

No ano passado e nos pedidos de consulta houve 60 casos em que o nome correspondia a um condenado pelo crime de abuso sexual de menores, o número mais alto de verificação positiva na base desde 2015.

Os dados deste ano indicam que já foram feitos 827 pedidos de cruzamento de nomes com a base, tendo sido registadas 32 coincidências.

0 comments