• Ricky Duraes

"Não sou o melhor treinador do mundo, mas temos equipa incrível" , diz Abel Ferreira


Abel Ferreira/ foto: FNV Sports

Montevideo, 28 nov 2021 (Lusa) -

O treinador do Palmeiras, Abel Ferreira, sublinhou no sábado que, apesar do segundo título consecutivo conquistado na Taça dos Libertadores pelo Palmeiras, não se sente "o melhor treinador do mundo", mas que orienta, sim, "uma equipa incrível".

Sobre o marcador do golo que deu a vitória do Palmeiras no prolongamento (2-1), sobre o Flamengo, disse que o transformou "de um pequeno sapo num príncipe", numa referência às críticas de que Deyverson Brum Silva foi alvo durante a época.

"Ele não é o melhor jogador do mundo e eu não sou o melhor treinador do mundo, mas temos uma equipa incrível", disse o treinador do Palmeiras.

O português revelou ainda que está no seu "limite mental" e a escrever um livro sobre a sua história de sucesso no clube brasileiro, sua e da equipa técnica, fez questão de precisar.

Abel Ferreira afirmou disse que não "se agarra aos problemas" e que, por esta razão, "sempre esteve habituado a fazer mais com menos". Neste caso, a trabalhar sem reforços devido às poupanças no clube.

"Faço o que gosto com paixão, com alegria, com orgulho e, por vezes, muito cansado, muito exausto. Estou no meu limite mental", admitiu.

O treinador português comentou que está a escrever um livro no qual contará a história do seu trabalho com toda a equipa técnica, que marcou presença na conferência de imprensa após o jogo, com o treinador português a agradecer aos assistentes o contributo e trabalho realizado desde que chegou ao clube em 2020.

Ferreira admitiu também que os seus adversários eram "tecnicamente mais fortes", mas taticamente, física e mentalmente não", e que essa foi a chave para a vitória.

Abel Ferreira replicou na América do Sul o que Manuel José conseguiu em África e José Mourinho na Europa, com um segundo título continental, ao vencer o Flamengo (2-1), após prolongamento na final da Taça Libertadores, em Montevideu.

O ex-treinador de Sporting B, Sporting de Braga B, Sporting de Braga e PAOK, de 42 anos, venceu a edição de 2020, que teve a final já em 2021, culpa da covid-19, e somou o segundo título na principal prova de clubes da CONMEBOL.

Abel Ferreira alcançou o que, a nível mundial, só outros dois treinadores lusos conseguiram, Manuel José, campeão africano quatro vezes pelos egípcios do Al-Ahly, e José Mourinho, que ganhou a Liga dos Campeões da UEFA pelo FC Porto e, depois, ao comando dos italianos do Inter de Milão.

0 comments