• Ricky Duraes

OBRIGAÇÃO DO USO DO VÉU INTEGRAL NO AFEGANISTÃO PREOCUPA EUA

Os Estados Unidos estão "extremamente preocupados" pelas restrições dos direitos das mulheres no Afeganistão, após os talibãs terem decretado a obrigação para todas usarem em público o véu integral


O líder supremo do Afeganistão ordenou que as mulheres afegãs usassem burka em público, impondo a que é considerada a mais severa restrição à liberdade das mulheres desde o regresso dos talibãs ao poder.


Washington e os seus aliados estão "profundamente perturbados” pelas recentes medidas adotadas pelos talibãs contra as mulheres e raparigas, cujas restrições abrangem a educação e as viagens.


A justificação dada é de que a burka é tradicional e respeitosa pois "As mulheres que não são nem demasiado jovens nem demasiado velhas devem velar o seu rosto quando encontram um homem que não é membro da sua família" de forma a evitar provocações, segundo o decreto.


O documento acrescenta ainda que, caso não tenham algo a fazer no exterior, é "melhor para elas ficarem em casa".


A imposição da burka tinha sido já praticada durante a primeira vez que os talibãs estiveram no poder, entre 1996 e 2001 e que ficou marcado pela forte repressão dos direitos das mulheres em conformidade com a sua interpretação da 'sharia'.


Após voltarem ao poder em agosto, depois de uma ocupação de 20 anos pelos Estados Unidos da América e seus aliados, os talibãs prometeram que iriam ser mais flexíveis.


No entanto, renegaram as suas promessas, revertendo gradualmente os direitos e afastando 20 anos de liberdades para as mulheres.


As mulheres estão agora, em grande parte, excluídas dos empregos governamentais e proibidas de viajar sozinhas.

0 comments

Recent Posts

See All