• Ricky Duraes

WASHINGTON: POLÍCIA ENCONTRA CINCO FETOS EM CASA DE ATIVISTA ANTIABORTO

Cinco fetos humanos foram encontrados numa casa em Washington. As buscas por parte da polícia foram desencadeadas por uma denúncia de que haveria na propriedade de Lauren Handy "potencial material de risco biológico".


A polícia de Washington, capital dos EUA, encontrou cinco fetos durante uma busca na casa de uma ativista antiaborto em Capitol Hill na tarde de quarta-feira, dia 30.


A ação foi desencadeada por uma denúncia de que haveria naquela propriedade "potencial material de risco biológico".


Lauren Handy, fundadora do grupo antiaborto Mercy Missions, uma organização sem fins lucrativos que se propõe a "promover a paz, a justiça e a dignidade para os não nascidos, os não amados e os indesejados... Jesus disfarçado" e é proprietária da casa alvo de buscas, foi indiciada no mesmo dia por um incidente ocorrido em 2020, quando nove ativistas antiaborto foram acusados ​​de crimes federais de direitos civis depois de bloquear o acesso a uma clínica de aborto e transmitir a ação no Facebook.

As acusações incluem a violação de uma lei federal conhecida como Freedom of Access to Clinic Entrances Act, ou Lei FACE, que proíbe a obstrução física ou o uso da ameaça de força para intimidar ou interferir com as escolhas pessoais de quem procura este tipo de assistência.


Handy ficou sentada do lado de fora de casa, enquanto os investigadores tiravam provas da cave em bolsas e refrigeradores de risco biológico.


Os investigadores confirmaram ao jornal The Independent que as provas retiradas da propriedade eram fetos que se encontram agora nas mãos do Gabinete do Médico Legal.

0 views0 comments