• Ricky Duraes

FC PORTO CAIU COM ESTRONDO EM VILA DO CONDE

O campeão FC Porto sofreu a primeira derrota na I Liga portuguesa de futebol, ao perder por 3-1 no terreno do Rio Ave, deixando o Sporting de Braga isolado na frente. O resultado foi de 3-1, uma péssima exibição no primeiro tempo, más decisões técnicas e um penálti falhado, de assombraram a casa do Dragão.


Foto Record

O FC Porto caiu com estrondo em Vila do Conde. Sofreu a primeira derrota no campeonato e, pior do que isso, deixou uma péssima imagem.

A equipa entrou mal, nunca conseguiu contornar a pressão do Rio Ave, e, estranhamente, nem sequer se deu bem com a intensidade que a formação de Luís Freire colocou no jogo.

Aos 22 minutos o primeiro golo do Jogo. Aziz Yakubu rematou com o pé esquerdo no coração da área ao centro da baliza. Assistência de Fábio Ronaldo com um passe em profundidade.

Aos 28 minutos golo anulado ao FC Porto por posição irregular de Evanilson na sequência de um pontapé de canto.

Aos 33 minutos a surpresa aumenta em Vila do Conde com o segundo tento dos vilacondenses. Pedro Amaral com um remate com o pé esquerdo do lado esquerdo da pequena área ao centro da baliza bate o guarda-redes portista. A assistência foi de Aziz Yakubu com um cruzamento para a área.

O porto tenta reagir, mas e o Rio Ave que amplia a vantagem. Aziz Yakubu sempre ele volta a marcar com um remate no coração da área junto à base do poste esquerdo. Assistência e de Pedro Amaral com um cruzamento para a área.

No segundo tempo, O FC Porto beneficiou de um penalti depois do alerta do VAR que obriga Tiago Martins a ver as imagens. Mehdi Taremi acerta na trave com remate com o pé direito e falha a possibilidade de reduzir a vantagem.

O FC Porto insiste, mas sem resultados práticos.

Já no período de descontos, Toni Martínez de cabeça no coração da área junto à base do poste esquerdo reduz a vantagem. A assistência e de Pepê com um cruzamento para a área resultante do canto.

Vitória épica do Rio Ave frente a um FC Porto que só se pode queixar da falta de discernimento perante as imensas situações de golo que criou.

0 comments