top of page
  • Writer's pictureRicky Duraes

MULHER DETIDA, ACUSADA DE MATAR MARIDO EM 1987 NO CONDADO DE PERRY

Os investigadores do condado de Perry na Pensilvânia anunciaram a detenção de uma mulher devido a um homicídio ocorrido há 35 anos.


Photo Credit: You Tube

Judith Ann Jarvis residente na cidade de Millerstown foi presa na manhã de terça-feira, no condado de Lancaster. Foi levada para a prisão de Perry County. Foi-lhe negada fiança.

Judith é acusada no homicídio de 1987 do marido, Carl Jarvis que foi encontrado morto numa manhã de agosto, depois de os policias terem respondido a uma chamada da sua mulher. Jarvis morreu com um único tiro na nuca.

A procuradora do condado de Perry, Lauren Eichelberger, disse que a prisão foi possível devido a uma nova análise de ADN e que os investigadores determinaram que Carl e Judith eram os únicos em casa quando foi morto. Também foi referido que um possível suicídio estava fora de questão. Os peritos afirmaram que um exame mais aprofundado descobriu que o marido foi baleado com um revólver .22, que foi encontrado na cama.

De acordo com a queixa-crime, Judith encontrou-se com tropas à porta de casa naquela noite. Foram nessa altura encontrados vestígios de sangue no pijama, mas a esposa agora acusada tinha referido que tinha sido mordida por um ganso. A nova prova de ADN determinou que o sangue era do marido.

0 comments

Comments


bottom of page