• Ricky Duraes

QUANDO TERMINAR "MERECE SER ESTUDADO", DIZ COSTA

O primeiro-ministro, António Costa, considerou esta sexta-feira que o sistema de combate a incêndios está a responder bem às ocorrências dos últimos dias.


António Costa. Foto: Portugal.gov.pt

O primeiro-ministro, António Costa, considerou esta sexta-feira que o sistema de combate a incêndios está a responder bem às ocorrências dos últimos dias.


Quanto à situação que se vive na Serra da Estrela, o primeiro-ministro diz que quando terminar, se poderá "estudar - e merece ser estudado - em pormenor o que foi acontecendo ao longo da fita do tempo e que poderia ter acontecido de forma diferente para evitar que ganhasse esta dimensão".


O incêndio na Serra da Estrela, que deflagrou no concelho da Covilhã e alastrou para Manteigas, Gouveia, Guarda e Celorico da Beira está ativo há sete dias e na noite de quinta-feira sofreu um reforço de meios. Cerca de 1.600 operacionais, apoiados por 500 viaturas, estão no terreno e há pelo menos três frentes a dificultarem o combate.


A associação ambientalista Quercus pediu uma avaliação independente ao incêndio na Serra da Estrela e questionou qual foi a intervenção da AGIF - Agência para a Gestão Integrada dos Fogos face a criticas à descoordenação de meios.


A associação considera importante fazer-se "uma avaliação independente sobre este incêndio", para que fique claro o que deve ser melhorado para o futuro, e defende que deve haver prioridade máxima para a definição, antes do inverno, de medidas de emergência na gestão pós-fogo.

0 comments